Uma marca secular que fez história com o melhor estilo do design italiano. B V L G A R I (escrita em romano antigo, em que a letra “u” dá lugar ao “v) é a palavra que designa excelência, design moderno, prestigio. Clássica e contemporânea ao mesmo tempo, a B V L G A R I mantém o seu legado de 130 anos com um sentido atemporal de beleza refinada.

A saga começou em meados do século 19 quando Sotirio Voulgaris, um artesão descendente de uma família grega que trabalhava fazendo escultura em peças e objetos de prata e ferro no pequeno vilarejo de Paramythia na região de Epirus, imigrou para a Itália, juntamente com um amigo, o macedônio Sotirios Demetrios Kremos, onde na primavera de 1884 abriu sua primeira loja na Via Sistina em Roma, para comercializar pulseiras, cinturões e pequenas joias. Regressou à Grécia para se casar. De volta à Itália viu seus negócios prosperarem e tornou-se um famoso ourives, em cuja loja era possível comprar presentes sofisticados e talheres cinzelados. Seus primeiros clientes famosos foram a filha de Benito Mussolini. Em 1894 seu sobrenome, agora Bulgari, aparecia pela primeira vez na fachada da loja, que havia se mudado para o número 28 da Via dei Condotti. A partir de 1895 outras lojas foram inauguradas em cidades como Sanremo, Nápoles, Bellagio e Sorrento.

Com a ajuda de seus filhos, Constantino e Giorgio, em 1905 foi aberta outra loja na Via Condotti, com a finalidade de atrair turistas britânicos e americanos e que até os dias de hoje permanece como a principal loja da marca no mundo. Durante as primeiras décadas do século XX, os dois irmãos desenvolveram um grande interesse por pedras preciosas e joias. Foi nesta época que a B V L G A R I ingressou de vez na esfera das grandes grifes internacionais com a apresentação de um par de brincos criado por Constantino Bulgari em estilo Art Deco, feitos com diamantes, safiras, rubis e esmeraldas, especialmente criado para a exposição Internacional de Artes e Joalheria em Paris no ano de 1925. Nesta década a loja localizada na Via Condotti já exibia vitrines com display destacando-as como verdadeiras obras de arte.

Em 1932, com a morte do fundador da empresa, seus dois filhos assumiram definitivamente os negócios, e a partir de então, as joias guiariam os rumos da B V L G A R I pelas próximas décadas. Esse período também testemunhou a criação de um dos maiores e mais duradouros sucessos da grife: o anel Trombino, cujo nome deriva de seu formato, que lembra um pequeno trompete. Porém, a peça que se tornou símbolo da grife só foi lançada no final dos anos de 1940: o inconfundível relógio com pulseiras em forma de serpente, feito com elos de ouro e diamantes. Neste momento, as joias já eram o maior destaque das vitrines e podiam ser vistas adornando os membros das mais nobres famílias europeias. Este período marcou a história da B V L G A R I porque representou uma libertação quanto aos padrões franceses de confecções de joias que era seguido até então. Com isso, a marca passou a criar um estilo próprio, inspirado no classicismo grego e romano e com um toque de renascença italiana.

Na década de 1950 a empresa começou a lançar suas coleções únicas com design diferenciado. Nesse período a Itália tornou-se o centro europeu do design e a B V L G A R I levou a revolução da cor para um nível superior. Desafiando a tradicional escola parisiense de joalheria centrada em diamantes, a marca italiana desenvolveu um estilo arrojado e inédito explorando inusitadas combinações cromáticas como rubis e esmeraldas, e toda a paleta de safiras. A joalheria ganhou vida em um arco-íris de combinações de cores. Os anos de 1960 foram marcados pelo enorme sucesso entre as principais estrelas do cinema, o que contribuiu para que a B V L G A R I se tornasse um mito em seu segmento. Foi neste período que a grife italiana também criou uma variedade extraordinária de broches florais chamados Tremblant. Eles eram feitos de tal forma que as corolas eram presas à montagem por molas, permitindo assim que a inflorescência vibrasse a qualquer momento.

A BULGARI Tinha a excelência dos artesãos no coração. Sabe que somente o artesão é capaz de transformar algo que nasce do simples em luxo, em excelência”.

Na década de 1970 a marca começou sua expansão internacional, abrindo lojas nas cidades de Nova York (1970), Genebra (1974), Monte Carlo (1977) e Paris (1979). Nesta época, foi lançado o modelo Tubogas, uma atualização do já consagrado relógio de serpente, que ganhou um bracelete flexível com elástico de ouro feito de maneira completamente artesanal.
Durante esta década, a expansão internacional da marca se acelerou ao comando dos netos do fundador, Paolo e Nicola, e no início dos anos de 1990, a grife italiana ampliou consideravelmente sua linha de relógios.
Assim como a maioria das grandes marcas de luxo, a B V L G A R I também enfrenta duras batalhas para evitar que seu design permaneça único. Desde a década de 1970, boa parte das peças mais valiosas da marca italiana, entre colares, braceletes e brincos, passou a ser caracterizada por desenhos requintados e fechos grandes e pesados, feitos de ouro e aço negro. E mais: cada peça tem um número de série registrado que pode comprovar sua autenticidade. Mas não abrem mão do talento e da perfeição do artesão.

Fonte: Focus Excelência